segunda-feira, julho 15, 2024
spot_img

Senado aprova aumento de gastos com comunicação de governos. Tema pode chegar ao STF


Segue para a sanção presidencial o projeto que altera as regras de contratação de assessoria de imprensa e de relações públicas e inclui os serviços de comunicação digital. O relator, Eduardo Gomes (PL-TO), argumenta que a regra de escolha simplesmente pelo menor preço pode trazer gastos, porque empresas contratadas nem sempre têm a competência necessária. Antecipando ações judiciais, os contrários à proposta citaram o aumento dos gastos com publicidade em ano eleitoral. Simone Tebet (MDB-MS) considera um acinte o aumento de gastos com publicidade num ano eleitoral e num momento de crise econômica.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Após tragédia no Shopping Popular, presidente Lula garante ajuda para reconstrução da vida de 600 famílias

Mediante a tragédia que transformou em cinzas os sonhos de mais de 600 famílias, o presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, garantiu...

FICCO/MG e FICCO/MS prendem homem foragido por estelionato e ameaça

Uberlândia/MG. A FICCO/MG e FICCO/MS prenderam nesta segunda-feira, 15/7, na cidade de Campo Grande/MS, um homem foragido da Justiça por estelionato e ameaça. Investigações, troca...

Pacheco recebe presidente da Itália em visita oficial

O presidente da Itália, Sergio Mattarella, foi recebido nesta segunda-feira (15), pelo presidente do Senado e do Congresso Nacional, Rodrigo Pacheco. Os dois conversaram...

Uso do vale-cultura para atividades esportivas está na pauta do Plenário

O vale-cultura poderá ser utilizado para eventos esportivos, além das atividades culturais. É o que prevê o PL 5.979/2019, da Câmara dos Deputados e...