quarta-feira, julho 24, 2024
spot_img

Curso pode se tornar fonte de renda para quem quer se empreender no mercado de artesanato


Muito mais que um brinquedo ou enfeite no quarto de menina, as bonecas de pano abrem portas para o mundo social e para as culturas remetidas à infância, podendo se tornar também uma fonte de renda para aquelas que pretendem se empreender no mercado de artesanato. Essa é a proposta do curso oferecido pelo Senar (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural), em parceria com a Prefeitura Municipal de Várzea Grande, por meio da Secretaria de Assistência Social.

Como explica a titular da pasta, Ana Cristina Vieira, o curso de boneca faz parte da grade de cursos que estão sendo oferecidos pelo município e que integram o programa Qualifica + VG. “São cursos de pequena e longa duração, mas que incentivam e preparam os alunos para a iniciação no artesanato como um todo, e que podem ser feitos de acordo com a disponibilidade de tempo do aluno. Tem cursos com a carga horária mais extensa, bem como tem curso com a carga horária mais flexível, como foi a de boneca com a carga horária de 24 horas, que teve início no dia 7 e terminou no dia 10”.

A secretária disse que, com relação ao curso de bonecas, ficou surpreendida com a capacidade de aprendizagem das alunas que na maioria, foi realizada por senhoras que não tinham nenhuma habilidade com a máquina de costura, porém o resultado apresentado no final do curso demonstrou que todas poderão se tiverem condições, de montar o seu próprio ateliê. “E muitas delas já manifestaram esse desejo. Eu me sinto feliz por que a confecção de boneca de pano remete as atividades lúdicas da nossa infância e que em outras épocas eram presentes da mãe e avós, principalmente, em datas comemorativas”.  

Girlaine de Oliveira, instrutora do Senar, disse que o curso tem por objetivo capacitar o homem do campo, bem como promover a ação social. “A maioria das famílias que frequentam os CRAS não pode trabalhar fora, daí o órgão qualifica essas pessoas para que possam gerar renda dentro da sua própria casa. O curso de confecção de boneca é um curso de artesanato, com carga horária de 24 horas, é um curso rápido e intenso, sendo 8 horas por dia.  Graças a parceria com a Prefeitura Municipal, que ofereceu alimentação para as alunas, não houve nenhuma evasão, o que possibilitou o encerramento do curso com 100% de aproveitamento”, comemorou.

Rosa Eduarda da Mata Silva, 66 anos, moradora do bairro Dom Bosco, região do grande Cristo Rei, disse que o curso de boneca é uma oportunidade de aprender uma atividade que pode aumentar a renda financeira sem sair de casa. “Aprendemos todas as técnicas para a confecção da boneca e eu estou muito feliz por ter feito essa capacitação. Hoje,  mais do que nunca, a gente precisa aprender a trabalhar”, disse a aluna destacando o sentimento de gratidão e realização do curso.

Nelis Maria Brito, 63 anos, é Venezuelana e que está residindo na cidade, fez o curso com o objetivo de se empreender. “Essa aprendizagem vai melhorar a minha qualidade de vida para que eu possa investir no futuro. O Brasil me acolheu e o CRAS do Cristo Rei está me dando a oportunidade de fazer essa capacitação. Vou me dedicar para melhorar cada dia mais”.

Dona Maria Joana de Lurdes, 69, Cohab Dom Bosco também compartilhou a alegria de fazer o curso de boneca e disse que essa parceria do Senar com a Prefeitura abriu uma oportunidade a mais de empreender. “Só temos a agradecer a paciência da instrutora em nos ensinar esse artesanato tão importante e que nos remete à infância”.

A gerente do CRAS do Cristo Rei, Lucilene da Silva Amaral, disse que a unidade está com uma agenda lotada de cursos que serão desenvolvidos durante este semestre. “Nesta semana foi o curso de confecção de bonecas, e na semana que vem daremos início ao curso de Pedreiro Alvenaria que será realizado no período da noite. Teremos ainda os cursos de Informática Básica, Cozinheiro e o Curso de Libras cujas inscrições continuam abertas”.

Lucilene Amaral disse ainda que estão sendo mantidos todos os protocolos de biossegurança, como o distanciamento entre as pessoas e o uso de máscara e álcool em gel, para garantir a segurança e a saúde dos participantes, bem como dos servidores da unidade.

A gerente disse ainda que o telefone (065) 3688.3606 está disponível para todas as informações com relação a cursos e outras atividades que estão operando no local. Já com relação à questão relacionada ao Cadastro Único, o beneficiário pode ligar para o celular (065) 98472.4240 para certificar o cadastro ou se inserir ao Programa Social.  “Vale lembrar que esse celular não recebe ligações, o atendimento é feito via whatsapp”, completou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Gabriela Versiani exibe vídeo com filho de Murilo, e ganha declaração: ‘Amo vocês’

A influenciadora Gabriela Versiani, de 25 anos, encantou o namorado, o cantor Murilo Huff, de 28, ao postar um vídeo com Leo, de 4 anos, filho...

Dupla que matou e queimou corpos de vítimas é condenada a 76 anos

Denunciados pelo Ministério Público do Estado de Mato Grosso por cometerem dois homicídios qualificados, no município de Rondonópolis, os jovens Raul de Souza Santana...

PF e BPFron apreendem maconha durante patrulhamento em Terra Roxa/PR

Guaíra/PR. A Polícia Federal, em ação conjunta com o Batalhão de Polícia de Fronteira (BPFron), apreendeu 1.617kg de entorpecente, durante monitoramento de estradas rurais na cidade...

PF prende duas pessoas por tráfico de drogas em Guajará-Mirim/RO

Guajará-Mirim/RO. A Polícia Federal prendeu em flagrante, nesta quarta-feira (24/7), duas pessoas pelo crime de tráfico de drogas nesta, em Guajará-Mirim/RO. Na ação, foram apreendidos...