quinta-feira, fevereiro 22, 2024
spot_img

Teresa Leitão comemora os 20 anos do Sebraetec e os 15 anos do Programa ALI

A senadora Teresa Leitão (PT-PE), em pronunciamento por videoconferência nesta quarta-feira (6), celebrou os 15 anos do Programa Agentes Locais de Inovação (ALI) e os 20 anos do Sebraetec, Programa Sebrae de Consultoria Tecnológica, ambos do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). Ela destacou a importância desses programas na promoção da inovação e do desenvolvimento local.

— Por meio desses programas, o Sebrae transformou-se em um dos principais atores do Sistema Nacional de Inovação. Esse sistema tem como marco legal leis como a Lei de Propriedade Intelectual, de 1996; a Lei da Inovação, de 2004; a Lei do Bem, de 2005; o novo Marco Legal da Ciência e Tecnologia, de 2016; e o Marco Legal das Startups, de 2021. Mas leis, como sabemos, não são o bastante. Precisamos de atores que transformem as letras do papel em narrativas reais, em ações concretas, em benefícios palpáveis para a população. O Sebraetec e o ALI são atores importantíssimos nesse cenário. Eles merecem nosso reconhecimento, nossa atenção e todo o nosso apoio — disse.

Teresa ressaltou que o Sebrae é uma instituição com mais de 50 anos de experiência, e se destacou na criação de programas de sucesso, como o ALI e o Sebraetec. O ALI é considerado o maior programa de extensão desse tipo na América Latina e tem como objetivo apoiar empresas urbanas e rurais por meio de bolsistas que oferecem orientação e apoio na implantação das melhores práticas em áreas como produtividade, educação empreendedora e transformação digital.

Já o Sebraetec, observou a senadora, é considerado o programa de extensão tecnológica mais consolidado da América Latina, conectando pequenos negócios a uma rede de prestadores de serviços tecnológicos. Ele promove a inovação por meio do aprimoramento de processos, produtos e serviços. A senadora citou casos bem sucedidos desses programas, incluindo exemplos como a melhoria genética de ovelhas no Rancho Dudé, em Cabrobó; e a fabricação de bolos de rolo pela empresa dos irmãos Alamys e Alesson, em Camaragibe.

— Os irmãos receberam apoio do programa do Sebrae em vários momentos, desde a abertura do negócio à gestão comercial, financeira e jurídica, além de produção e inovação tecnológica. Os resultados das intervenções, mensurados e aferidos, incluem: melhoria de qualidade, aumento de faturamento, redução de custos, adoção de práticas sustentáveis, digitalização de pequenos negócios e aumento de produtividade do agronegócio — afirmou.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Fonte: Agência Senado

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Dia do rotaractiano recebe apoio em audiência da CE

A Comissão de Educação e Cultura (CE) realizou audiência pública nesta quinta-feira (22) para debater o dia 13 de março como o marco nacional...

Governador cumpre agenda em Colíder e Alta Floresta nesta sexta-feira (23)

O governador Mauro Mendes estará em Colíder e Alta Floresta nesta sexta-feira (23.02). A agenda tem início às 9h30, em Colíder, com uma...

Após reunião de líderes, relator confirma votação do Código Eleitoral até junho

O Senado deve votar no primeiro semestre deste ano o projeto de lei complementar (PLP) 112/2021, que institui o novo Código Eleitoral. A anúncio...

Debatedores defendem PEC para ampliar força dos projetos de iniciativa popular

Em audiência pública nesta quinta-feira (22) na Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH), debatedores apoiaram a ampliação da força dos projetos de...