quinta-feira, junho 20, 2024
spot_img

MT é destaque em evento nacional por ser um dos maiores refúgios de aves silvestres do país

Com Pantanal, Amazônia e Cerrado, Mato Grosso tem uma das maiores diversidades de aves do Brasil: são 50,11% das 1.808 espécies catalogadas pelo eBird no Brasil, um banco de dados mundial online de observações de aves que fornece aos cientistas, pesquisadores e naturalistas amadores dados em tempo real sobre a distribuição e a abundância de aves. Por este motivo, o Turismo de Observação de Vida Silvestre (TOVS) atrai turistas internacionais e nacionais ao Estado em busca de fotografar e catalogar aves silvestres.

De 17 a 19 de maio, Mato Grosso está com estande no Encontro Brasileiro de Observação de Aves 2024 (Avistar) mostrando a pesquisadores, turistas e apaixonados por ecoturismo que o Estado é o melhor lugar para quem está busca de avistamento da vida selvagem. A Avistar 2024 ocorre no campus da Universidade de São Paulo (USP).

O Pantanal é um dos principais destinos de observadores de aves, da fauna e flora selvagem. Para atrair mais turistas internacionais do país, uma das estratégias de promoção de Mato Grosso é participar pela primeira vez da Global BirdFair, que será realizada 12 a 14 de julho, em Rutland, na Inglaterra.

“Vamos melhorar, vamos subir ao ambiente de negócios, vamos levar o Brasil e mostrar a esse turista internacional de observação de aves que o Pantanal, o Brasil, está na briga com a Colômbia e outros destinos da América do Sul”, disse o secretário adjunto de Turismo, Felipe Wellaton, durante painel sobre os cases no turismo de observação de aves.

Outra aposta do Estado na divulgação da vida selvagem para atrair turistas foi o investimento do Estado para o documentário A Marcha das Onças, do com direção de Lawrence Wahba e Mike Bueno, além de roteiro e supervisão editorial do cineasta francês Emmanuel Priou, vencedor do Oscar por “Marcha dos Pinguins”.

Wellaton apresentou um trailer do documentário e destacou que o documentário dará uma projeção ainda maior para o Pantanal.

“Toda a estruturação do turismo feita por empresários com o poder público baseada na estruturação, qualificação e promoção é fundamental para o setor. Quero agradecer a todo esse setor produtivo que tira essa visão de que o turismo é apenas lazer e ócio, elitizando o significado desta importante cadeia econômica. O turismo significa emprego, renda e transformação das cidades. A maioria das cidades do Mato Grosso tem menos de dez mil habitantes e a forma de transformá-las é por meio do turismo”, disse o secretário adjunto.

Fonte: Governo MT – MT

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Governador afirma que irá cobrar cada vez mais eficiência dos novos secretários e dirigentes

O governador Mauro Mendes afirmou, durante a posse de novos secretários e dirigentes do Executivo Estadual, que irá cobrar cada vez mais eficiência nas...

Ação conjunta prende em flagrante autor de homicídio de dono de oficina em Rio Branco

Policiais civis e militares prenderam, na tarde de quarta-feira (19.06), o autor do homicídio contra o dono de uma oficina mecânica na cidade de...

Comissão de Erradicação do Trabalho Escravo realiza palestra e debates de ações com novos membros

A Comissão de Erradicação do Trabalho Escravo de Mato Grosso (Coetrae-MT) realizou, nesta quarta-feira (19.06), uma palestra de conhecimento para os novos membros e...

Sugestão de Pauta: Prefeito Emanuel Pinheiro entrega a 29ª unidade totalmente reformada, a EMEB Deputado Ulisses Silveira Guimarães

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, entrega nesta quinta-feira (20), às 18h30, a 29ª obra do seu segundo mandato na pasta da Educação, a...