quinta-feira, fevereiro 22, 2024
spot_img

Galvan diz que CLT é ridícula e defende 15 horas de trabalho por dia

Candidato ao Senado, o produtor rural Antônio Galvan (PTB) classificou como “absurdo” e “ridículo” o regime CLT (Consolidação das Leis do Trabalho), que orienta o trabalho formal e defendeu uma reformulação nas leis trabalhistas, como a jornada de trabalho diária.

Galvan defende que, ao invés de 8 horas por dia, o trabalhador possa ter uma jornada de 15 horas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Dia do rotaractiano recebe apoio em audiência da CE

A Comissão de Educação e Cultura (CE) realizou audiência pública nesta quinta-feira (22) para debater o dia 13 de março como o marco nacional...

Governador cumpre agenda em Colíder e Alta Floresta nesta sexta-feira (23)

O governador Mauro Mendes estará em Colíder e Alta Floresta nesta sexta-feira (23.02). A agenda tem início às 9h30, em Colíder, com uma...

Após reunião de líderes, relator confirma votação do Código Eleitoral até junho

O Senado deve votar no primeiro semestre deste ano o projeto de lei complementar (PLP) 112/2021, que institui o novo Código Eleitoral. A anúncio...

Debatedores defendem PEC para ampliar força dos projetos de iniciativa popular

Em audiência pública nesta quinta-feira (22) na Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH), debatedores apoiaram a ampliação da força dos projetos de...