quarta-feira, julho 17, 2024
spot_img

Ela voltou! Saiba como aproveitar a tendência da cintura baixa


source
A calça de cintura baixa voltou aos guarda-roupas fashionistas
Reprodução

A calça de cintura baixa voltou aos guarda-roupas fashionistas

Não é novidade que a  moda dos anos 2000 voltou com tudo e só promete crescer ainda mais! Depois das  minissaias, conjuntos de moletom e o inesquecível gloss, chegou a hora de reviver a tendência que era o amor de muitas e o terror de outras, a calça de cintura baixa! De diversos modelos, esse estilo de peça dominada as passarelas e moda popular do início do século.

Até 2010, as cinturas altas não tinham espaço nos guarda-roupas e mesmo que a cintura baixa seja comprometedora em algumas situações, era muito querida por fashionistas e celebridades. A consultora de moda e stylist Karine Rodrigues conta que essas tendências estão voltando especialmente após a pandemia. “Buscamos um certo conforto no passado, em coisas que já vivemos, uma nostalgia, por conta disso, as tendências dos anos 80, 90 e 00, que foram mais divertidas, alegres e despojadas acabaram voltando”, conta. 

Ela também afirma que as cinturas altas ganharam o mercado da moda, justamente por valorizar mais a silhueta feminina, e que a cintura baixa pode vir como algo mais passageiro, sem substituir as cinturas altas. A stylist explica que a cintura baixa é muito versátil em combinações. “Pensando na trendy, as blusinhas mais justas de malha, camisetas, croppeds e tops frente-única ou ombro a ombro estão sendo os queridinhos para essa combinação”, diz. Uma outra opção é usar a peça com blusas polo, tendência dos anos 90. 

São vários modelos de cintura baixa, mas a stylist explica que não é uma peça que valoriza todos os tipos de silhueta, pois não modela o corpo e nem marca a cintura mais fina. Os modelos mega baixos (quando a altura do cavalo é bem pequena) são para mulheres mais retar e que não ligam muito para conforto. “Mulheres que tem o bumbum mais avantajado, acaba sendo um incomodo às vezes, pois não veste muito bem e por não ser confortável. Nesse caso, se você não está muito seguro com a calça mais baixa, invista em um cós médio/baixo”, conta.

Leia Também

Por ser mais despojado, o modelo da cintura baixa deve ser evitado em ambientes corporativos e formais. Para criar uma composição mais elegante, Rodrigues indica apostar no hi-low, quando mistura peças despojadas com mais elegantes, achando um equilíbrio e deixando a composição versátil. “Nesse caso, podemos combinar com tecidos mais refinados como cetim, seda, ou até um brilho e acessórios também como strass e correntaria, algo que traz um toque mais moderno e sofisticado para a composição”, diz. 

Se quiser mergulhar de cabeça e aproveitar o retorno da moda 2000, aposte em acessórios como cintos de correntes e até cinto de corda. O  body chain é mais um acessório em alta. Esse colar que fica em volta da cintura agrega estilo ao look! “Agora não podemos deixar de falar do sapato, que também é um acessório que complementa, entrando na tendência e no estilo, os tamancos ou sandálias com tiras finas”, completa. 

Fonte: IG Mulher

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Izalci diz que aumento de tributos sobre venda de imóveis é ‘tiro no pé’

O senador Izalci Lucas (PL-DF) criticou, em pronunciamento nesta quarta-feira (17), o projeto de regulamentação da reforma tributária, já aprovado na Câmara. Ele considera...

Prorrogado funcionamento de comissão temporária sobre inteligência artificial

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, prorrogou nesta quarta-feira (17), por mais 60 dias, o prazo de funcionamento da Comissão Temporária Interna sobre Inteligência...

Zenaide Maia critica reforma tributária e isenções de impostos

A senadora Zenaide Maia (PSD-RN), em pronunciamento nesta quarta-feira (17), criticou o texto do Projeto de Lei Complementar (PLP 68/24) de regulamentação da reforma...

Corpo de Bombeiros segue combatendo incêndio no Pantanal nesta quarta-feira (17)

O Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso segue combatendo um incêndio que atinge a região de Porto Conceição, em Cáceres, nesta quarta-feira (17.07)....